Sérgio Nogueira

O certo é CAJU. As palavras oxítonas terminadas em "u" não têm acento agudo. A regra das palavras oxítonas ( =sílaba tônica na última sílaba) manda acentuar graficamente só as terminadas em "a", "e" e "o", seguidas ou não de "s":

A(s): sofá, sabiá, atrás, aliás? E(s): café, você, invés, chinês? O(s): cipó, avô, avós, propôs?

Observações: a) As formas verbais terminadas em "a", "e" e "o", seguidas dos pronomes LA(S) ou LO(S) devem ser acentuadas: encontrá-lo, recebê-la, dispô-los, amá-la-ia, vendê-lo-ia?

b) Acentuamos a palavra PORQUÊ quando está substantivada ou no fim da frase: "Não sei o porquê de tudo isso."

c) Não se acentuam as oxítonas terminadas em:

I(s): aqui, Parati, anis, barris, dividi-lo, adquiri-la?

U(s): caju, bauru, Bangu, urubus, compus, Nova Iguaçu?

AZ, EZ, OZ: capaz, talvez, feroz?

OR: condor, impor, compor, propor?

IM: ruim, assim, folhetim?

É importante lembrar que essa regra não foi alterada pelo novo acordo ortográfico.

Fonte: G1 - Educação