Um jovem húngaro cresce no campo de concentração Buchenwald durante a II Guerra Mundial. György Köves tem 14 anos e é filho de um mercador que foi enviado a um campo de trabalhos forçados. Depois da partida de seu pai, György consegue trabalho numa olaria; seu ônibus é interceptado e os passageiros judeus mandados para os campos. Lá, György encontra camaradagem, sofrimento, crueldade, doenças e morte. Ele atende a recomendação de preservar sua dignidade e auto-estima. Ele descobre o ódio. Se ele sobreviver e retornar a Budapeste, o que encontrará? O que é natural, o que é ser um Judeu?

Sinopse disponível aqui